quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Os Benefícios do Sofrimento


“Resisti-lhes firmes na fé, certos de que sofrimentos iguais aos vossos estão se cumprindo na vossa irmandade espalhada pelo mundo. Ora, o Deus de toda a graça, que em Cristo vos chamou à sua eterna glória, depois de terdes sofrido por um pouco, ele mesmo vos há de aperfeiçoar, firmar, fortificar e fundamentar” 1 Pd 5:9-10

Na caminhada cristã quantas vezes você já ouviu falar que o sofrimento não deve fazer parte da vida de um crente? Anúncios de campanha com o tema “Deixe de sofrer” e doutrinas afirmando que certamente o sofrimento é por pecados ocultos ou algo do gênero estão continuamente a nossa porta.
Mas o quero trazer à luz hoje é com relação ao benefício do sofrimento quando estamos em Cristo Jesus, o que talvez possa nos levar a não aborrecermos totalmente os momentos em que passamos de sofrer.
Em primeiro lugar devemos entender que não somos solitários no sofrimento. Pedro em sua carta afirma que no mundo inteiro nossos irmãos passam por situações iguais as nossas e nem por isso desfalecem, a esses o apóstolo diz: “resisti-lhes firmes na fé”. Em seguida nos chama a atenção que o Deus de toda a graça nos escolheu em Cristo para a sua eterna glória e depois de nós termos sofrido por um pouco ele haveria de nos:
Aperfeiçoar – Somos imperfeitos, pecadores e carentes do Senhor, mas o aperfeiçoamento dos santos é realizado pelo nosso Senhor, que vai tirando aquilo que não o agrada e nos levando a atingir o alvo
Firmar – Em Cristo temos a capacidade, depois de passarmos por algumas provações e sofrimentos, de não sermos mais meninos instáveis, susceptíveis a qualquer situação, e obedientes a sua palavra que nos exorta a sermos firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor.
Fortificar – O poder de Deus se aperfeiçoa em nossa fraqueza, e não há melhor momento de se estar fraco do que no momento de sofrimento, nesse momento podemos ver a mão de Deus nos sustentando, fortificando, e como Paulo, o apóstolo, podemos dizer que quando estamos fracos aí é que estamos fortes. A nossa força vem do Senhor e não da obra de nossas mãos e nEle somos fortificados e sustentados.
Fundamentar – Em qualquer coisa que fizermos necessitamos de fundamentação sólida. Não se constrói um edifício numa fundamentação pequena, uma vida espiritual sólida não é construída em fundamentos humanos, a promessa que recebemos ao sermos aprovados no sofrimento, é que seremos fundamentados na rocha, que é Cristo, e como é Ele mesmo que nos insere nesse fundamento, não será por obra humana que haveremos de cair.
Não quero aqui criar uma doutrina que incentiva o sofrimento, mas se você passa por essa situação, em vez de querer sair dela apenas para não sofrer, deixo aqui meu estímulo, para que em Cristo, ao passares pelo sofrimento, você seja aperfeiçoado, firmado, fortificado e fundamentado.
Graça e Paz.

Um comentário: